Padre Viriato Augusto Fernandes de Matos

Homenagem recordando a sua Ordenação Sacerdotal

 


 

A SMBN, em colaboração com a ARM,  realizou em 12 de Outubro de 2014 uma celebração eucarística em Pinelo - Vimioso, recordando os 50 anos de ordenação sacerdotal do Pe.  Viriato Augusto Fernandes de Matos.

Como certamente se recordarão, o aniversário do seu falecimento ocorreu a 8 de Outubro de 2009.

Estiveram presentes, para além dos Senhores Padres Albino dos Anjos, Augusto Farias da SMBN e o   Senhor     Arcipreste de Pinelo, Padre Amado, bastantes Armistas que quiseram deixar de mais uma vez prestar a sua sentida homenagem ao Colega, ao Professor e ao Missionário. A esta festa se associaram todos os seus familiares e amigos daquela simples mas querida terra transmontana.

Celebrou-se a Eucaristia, e na celebração da Palavra falou-se das Missões e das muitas dificuldades que sentem os Missionários em terras de Missão.

Algumas fotos a jeito de  reportagem.

 Pinelo 2014 Pinelo 2014

NOTA Bibliogáfica: O Padre Viriato Augusto Fernandes de Matos, filho de José Joaquim de Matos e de Maria da Trindade Fernandes, nasceu em Pinelo, diocese de Bragança‑Miranda, em Portugal, em 11 de Dezembro de 1938. Estudou nos Seminários da Sociedade Missionária (SMBN). Fez o Juramento missionário em 31 de Julho de 1960 no Seminário das Missões de Cucujães e ali foi ordenado sacerdote em 15 de Agosto de 1964.

Até 1978 foi professor, prefeito, vice-reitor e reitor do Seminário das Missões de Cernache do Bonjardim, acumulando também, de 1974 a 1980, as funções de membro do Conselho Geral da Sociedade Missionária. De 1978 a 1982 foi director espiritual do Seminário da Boa Nova, em Valadares, e pároco, ao mesmo tempo, da freguesia local de Vilar do Paraíso.

Em 1983 partiu para Angola e trabalhou oito anos na paróquia de Santa Ana, na periferia de Luanda, sendo o responsável arquidiocesano da juventude. Foi professor em diversas escolas da cidade e manteve programas de música na televisão oficial.

Em 1991 voltou a Portugal para Ecónomo Geral da Sociedade Missionária, funções que exerceu até à morte. Simultaneamente foi membro do Conselho Geral da Sociedade, eleito em três Assembleias Gerais. Era director da revista Igreja e Missão.

Dinâmico e criativo, colaborou em muitas paróquias e movimentos de Lisboa, sendo, por duas vezes, membro do Conselho Presbiteral do Patriarcado. Participou activamente nas Semanas Missionárias das Obras Missionárias Pontifícias, e era zeloso ecónomo da Logomédia, em nome dos Institutos.

Todo o seu dinamismo pastoral, quer na África, quer na Europa, nascia de sentida espiritualidade, vivida e cultivada ao longo de toda a vida.

Os últimos meses foram de sofrimento, após melindrosa operação cirúrgica, que não conseguiu debelar o mal. Faleceu em Lisboa, no Hospital da CUF, em 08 de Outubro de 2009.

Foi sepultado em Pinelo, sua terra natal, por vontade sua e da família. (Ecclesia)

Outros testemunhos ...

 
 

JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

 
 
 
 
Share