Notícias

Assina as Revistas: Boa Nova e Igreja e Missão

Participa e inscreve-te em : UM Sorriso para TI - 2016

VAMOS PINTAR O NOSSO SEMINÁRIO DE CERNACHE DO BONJARDIM


20172017

 

Econtro Regional do Porto

12-11-2017

MAIA 13/10/2017

INTIMAÇÃO:

"PELA PRESENTE, FICAM INTIMADOS TODOS OS ARMISTAS DA ÁREA DE INFLUÊNCIA DA DELEGAÇÃO DE VALADARES, (QUE, RECORDA-SE, SE ESTENDE A TODOS OS LUGARES ONDE SE ENCONTREM  ACTUAIS E FUTUROS ARMISTAS), SEUS FAMILIARES E AMIGOS A COMPARECEREM NO SEMINÁRIO DE VALADARES, NO PRÓXIMO DIA 12 DE NOVEMBRO DO CORRENTE ANO, A FIM DE TOMAREM PARTE NAS SEGUINTES ACTIVIDADES:

10H30 - CONCENTRAÇÃO

11H00 - REUNIÃO GERAL

12H00 - CELEBRAÇÃO DA EUCARISTIA

13H00 - ALMOÇO DE CONFRATERNIZAÇÃO

15H00 - GRANDE E AFAMADO MAGUSTO, NO SÍTIO E COM AS SURPRESAS DO COSTUME

- ENCERRAMENTO.


PARA QUE TUDO CORRA PELO MELHOR, COMO DE COSTUME, PEDIMOS ENCARECIDAMENTE O FAVOR DE QUE, ATEMPADAMENTE, TODOS FAÇAM A RESPECTIVA INSCRIÇÃO PARA OS EGUINTES CONTACTOS:

SEMINÁRIO DE VALADARES - 227 151 250 e 936 627 756 (P. Jerónimo)

COSTA ANDRADE, TELEFONES 914852452 - 229423234 OU Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

SAUDAÇÕES ARMISTAS

a) DELEGAÇÃO DE VALADARES

 


 

 

Encontro Regional de Lisboa

 

No dia 18 de novembro realizar-se-á o encontro de Lisboa.

Será na Igreja de S. João Baptista do Lumiar, com concentração no adro da mesma por volta das 10h30-11h, seguido de ensaio e missa às 11h30. O Almoço será no restaurante do Museu do Teatro (também no Lumiar).

Necessitamos que se  inscrevam com a maior brevidade possível, e no limite até ao dia 10 de novembro, junto do Armindo Henriques (tel. 96 644 79 55 ou e-mail: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ), ou comigo (tel. 93 777 60 17 ou e-mail: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ).

a) Fernando Costa e Silva

 


Tomar-curso de1958

 

Encontro comemorativo do 59º aniversário do curso dos alunos de 1958,

realizado em Fátima em 08 de Outubro de 2017 Convento de Cristo

 

Foi a 13 de Maio de 1917 que Nossa Senhora com o seu manto tecido de luz desceu sobre a azinheira na Cova de Iria e falou com três humildes pastorinhos. Estamos, pois, a celebrar o centenário das aparições de Fátima. Por essa razão marcámos o nosso encontro anual para Fátima, associando-nos aos peregrinos presentes, também nós igualmente peregrinos com o coração a transbordar de fé.

Às dez horas da manhã iniciaram-se as celebrações com a recitação do terço na Capelinha das Aparições, com o recinto do Santuário repleto de peregrinos.

Seguiu-se a procissão com Nossa Senhora da Capelinha para o altar do recinto e a celebração da Santa Missa, na qual também concelebraram o Padre Domingos Carvalho, nosso primeiro Reitor em Tomar em 1958 e o nosso colega Padre Augusto Farias, o único a ser escolhido dos setenta e três que iniciaram o curso no longínquo ano de 1958.

Comovente a fé dos peregrinos presentes, assim como os milhares de lenços brancos a acenarem a Nossa Senhora, tanto da capelinha para o altar como no fim na procissão do adeus. Ler Mais


 


 

 

 

Tomar, 60 anos Depois

 

Foi com este anúncio que o Santos Ponciano comunicava a publicação de um vídeo feito pelo armista, António dos Santos Ramos, no Youtube.

 

"Queridos Companheiros desde 2 de Outubro de 1957.

Acabei de carregar no youtube o vídeo do nosso encontro no passado dia 5 em Tomar.

Usei os emails que escreveram na folha que circulou. Só pode ver quem estiver inscrito na lista da partilha.

Devem procurar #tomar 60 anos; #arm tomar 60 anos; #convento de cristo 1957;

O vídeo é longo. Mas entre o fazer cortes e deixá-lo grandinho preferi esta última hipótese. Quem não estiver com paciência para o ver todo de uma vez sempre pode vê-lo aos bocadinhos.

Espero que as coisas corram bem e que o consigam ver.

Um forte abraço para todos." Ler mais

a) Santos Ponciano

 


 

Irmão António Maria Marçal

9-10-2017

Faleceu hoje, às 04,30 da manhã, no Lar de Santa teresinha, em Cucuj ães, o ir. António Maria Marçal.

O Ir. António Maria Marçal nasceu em Izeda, diocese de Bragança – Miranda, a 07.07.1917.  Fez o seu Juramento Missionário a 15.09.1947.

Foi o primeiro Membro da SMBN a completar 100 anos. A festa foi celebrada a 7 de julho e completou em setembro 70 anos de missionário. Trabalhou em Moçambique,  no Brasil e em Portugal.

A sua irmã de sangue faleceu no ano passado com 102 anos. Sobrevivem duas sobrinhas: Luísa e Fernanda.


O Funeral será em Cucujães, na terça feira, dia 10, às 15,30 horas

Desde já agradeço.

a) P. Jerónimo

 

 

Encontro Regional de Trás-os-Montes

Miranda do Douro - 12-Agosto-2017

Grupo de Armistas Presentes

A DELEGAÇÃO REGIONAL DA ARM DA REGIÃO DE TRÁS-OS-MONTES

Levou a cabo no dia 12 de agosto de 2017 o encontro regional da ARM na cidade de Miranda do Douro com um total de 38 pessoas.

O nosso anfitrião – Artur Manuel Rodrigues Nunes – Presidente da Câmara de Miranda do Douro – recebeu-nos com a honra e dignidade que já há muito lhe reconhecemos.

Levou-nos aos Paços do Concelho e fez questão de usar a Capa de Honras Mirandesa onde nos deu as boas vindas e proporcionou-nos um dia inesquecível destes nossos encontros em terras mirandesas. Ler mais

 


 

Caros Armistas,

 

No próximo dia 12 de Agosto vamos ter o encontro regional de Trás-os-Montes com o seguinte programa:

- 10h00 Recepção na Câmara Municipal de Mirando do Douro.

- 10h30 Visita ao Centro Histórico.

- 11h30 Missa.

- 12h30 Almoço.

- 16h00 Passeio de Barco no Douro.

É favor fazer a inscrição com a maior brevidade possível através do Padrão (930624721), do Gabriel (917258242) , ou do Artur, nosso anfitrião, presidente da Câmara de Miranda do Douro (925000350). Poderão ainda inscrever-se através do e-mail da ARM, Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

a) Fernando Silva

NOTA: Miranda do Douro, como todas as cidades de Portugal, tem os seus encantos. Não percam a oportunidade de apreciá-los. Para isso vos aconselho a visitar os seus monumentos. Mas antes vejam estas fotografias .


 

Caros amigos!

Estive em Cernache. Quero partilhar convosco o que vi e me deixou contente. Aquela casa mexe com qualquer um de nós e ficamos tristes quando vemos alguma degradação, pois não gostamos.

Mas o Seminário está a ficar lindo.

O Claustro foi todo reformado e está lindíssimo. As paredes reparadas e pintadas, as janelas também todas reparadas e pintadas o jardim limpo e os bancos reparados e revestidos com produto resistente às chuvas. Reparadas foram também as janelas da biblioteca. salas de aulas e salas de jogos.

Os 4 corredores do rés-do-chão reparadas que foram as paredes (estavam com salitre e o reboco a cair) e pintadas, o mesmo sucedendo com os tectos e as portadas. Está bonito, com cheirinho a limpo e aspecto cuidado.

Igual intervenção está a ser feita a nível do primeiro andar. Só agora tomei consciência da área enorme que é a daqueles tectos e a quantidade de portas… também está a ser reparado o chão num ou noutro ponto que estava podre provocado pela água das chuvas.

Já no ano passado, no Outono, foi reparado o telhado.

A sala de ciências e o laboratório estão lindos. Foi retirado todo o conteúdo, as salas foram reparadas, expurgadas da bicharada, pintadas e envernizadas, reparadas as portas e janelas, inventariado e catalogado todo o seu conteúdo. Espólio riquíssimo e lindíssimo que agora vale a pena visitar.

Há um projecto para reparar as janelas e a fachada principal, incluídas as portas, janelas, vitrais e porta da Igreja e portaria (exterior). Disso deu-nos nota a Direcção da ARM e Direcção Geral da SMBN em carta de 21 de Maio último, que anexo.

São precisos 18 mil euros. Para a dimensão da área a reparar e pintar e para a quantidade de janelas e portas (enormes) não é exagerado.

Como Armista, e pelo que devo à SMBN na minha formação e educação, senti-me na obrigação de partilhar convosco esta informação e apelar à generosidade de todos para alcançar a verba das obras. Se puderem contribuam e se possível contribuam já pois convém fazer as obras no Verão.

Vamos a isto? Cernache precisa de nós, e nós vamos responder. Eu acredito.

Aqui deixo os dados para a transferência:

IBAN/NIB: PT50 0035 0121 00003894630 11

Titular: ARM-Associação Regina Mundi

Banco: CGD

Após a transferência informem a Direcção da ARM ou a SMBN indicando o nome, NIF e morada para que se envie o recibo. Os valores deduzem no IRS.

 

30 de Junho de 2017

a)Santos Ponciano

 


 

 

UMA VISITA INESQUECÍVEL


No dia 21 de junho, quarta-feira, vieram de Lisboa, de comboio,  o Alfredo José Rodrigues, o Moutinha Rodrigues e o João Laia Sequeira. Acolhi-os em Aveiro e antes do meio-dia chegámos a Cucujães, de carro, onde nos encontrámos com o Joaquim Alves Pereira, todos do mesmo ano de estudos. Fomos os cinco à gruta saudar a Mãe do Céu e cantámos-lhe a Salve Regina. E à uma hora estávamos no refeitório para o almoço com a comunidade dos sacerdotes missionários, cerca de dez, com idades que vão dos cerca de 35 até aos 96 anos.

Foi uma alegria, este reencontro. Uma felicidade partilhada. E tão bem que nos receberam, de maneira mais vincada o padre Artur de Matos, que é o reitor (e também diretor da “Boa Nova” – lê os seus editoriais!). Saudámos a cada um pessoalmente e identificámo-nos, quando necessário.

A seguir, o padre Mayor Sequeira guiou-nos suavemente a visitar os missionários que estão no Lar "Santa Teresinha". Palavras doces, olhares e sorrisos atentos, abraços e cumprimentos sentidos, sempre contemplando o perfil luminoso da cruz redentora.

Também visitámos a livraria, a Editorial Missões e a tipografia. Foi o padre Januário que nos levou com o seu desvelo e atenção de missionário da escrita. (Já leste a crónica “Viver em família e em festa missionária”, edição de junho de 2017 da “Boa Nova”, pp. 21 a 25?).

Viemos de Cucujães felizes e de coração cheio. Ficou apalavrado novo reencontro para a celebração dos 100 anos do padre José Valente, que já vai nos 96!

Na quinta-feira, à tardinha, novamente de comboio, regressaram a casa os meus três hóspedes. Que bom terem vindo!

Disse-o ao Alfredo quando nos abraçámos à chegada, na quarta-feira: “É uma felicidade teres vindo!” Repeti-o à despedida: “Foi uma felicidade teres vindo!” Não nos víamos desde as vésperas de Natal de 1956!

a)João Gamboa

 


 

VAMOS PINTAR O NOSSO SEMINÁRIO

DE

CERNACHE DO BONJARDIM


ARM E SMBN

JUNTAS NA VALORIZAÇÃO DO SEMINÁRIO DE CERNACHE DO BONJARDIM

O Seminário das Missões de Cernache do Bonjardim é um majestoso e imponente edifício, de linhas clássicas, repleto de histórias ricas de singelas vivências, porto seguro de uma identidade institucional e fonte do carisma missionário. Mas muito mais do que o espaço, foi o tempo vivido por muitos que conferiu às quase infindáveis paredes e corredores uma auréola de nobre casa e de veneranda escola de sabedoria e de graça.

Procurando alinhar a sua missão com o tempo que se vive, intra e extra muros da SMBN, preservando o que de mais valioso e belo reúne este edifício, cenário de inúmeras páginas da história da SMBN, num esforço de aprofundar as exigências do carisma ad gentes, numa linha interpretativa de abrir fronteiras, urge enriquecer este seminário com outras valências que, não desviando da estrutura nevrálgica desta casa, possam completar a sua missão de ser a nossa casa.

Neste sentido, foi elaborado um plano de remodelação de infra-estruturas e de abertura funcional do seminário, procurando recuperar espaços carregados de emoções para muitos e necessários para o desempenho de actividades para quem lá vive, acolhendo com alegria quem nos visita, quer como amigo de longa data, quer como companheiro de novas jornadas. Paulatinamente, a SMBN tem vindo a dar passos nesse sentido, com várias obras em curso e outras previstas, assim como com o estabelecimento de contactos para potenciar áreas que possam atrair e convergir interesses e esforços em torno da missão. O turismo rural e religioso é uma de entre muitas áreas.

Tendo consciência de que esta é porventura a casa de formação por onde mais antigos alunos passaram, entendemos também dar conhecimento deste plano aos armistas e, simultaneamente, a envolvê-los nesta importante tarefa de modernização da casa. Assim, e depois de termos discutido várias possibilidades, vimos por este meio solicitar o vosso apoio para a pintura da fachada central do edifício do seminário, incluindo a fachada exterior da igreja, num custo total de 18 mil euros, a qual também incluirá a recuperação de janelas, portas e vidros, quer do seminário quer da própria igreja.

O Seminário de Cernache, recentemente classificado como monumento de interesse público, tem vindo a ser visitado por um número crescente de pessoas. Com outro rosto, podemos dar mais vida a este monumento, a começar por um melhor acolhimento, passando por prover melhores serviços, nomeadamente alojamento, até a um testemunho mais alegre da missão. Temos consciência de que o que dá mesmo vida ao nosso seminário são as pessoas, de modo especial os seminaristas e padres que aí vivem. Com melhores condições, a comunidade residente poderá avivar o espírito missionário, tão sedento de novas aventuras por mares nunca dantes navegados. Talvez o além-mar nunca tenha estado tão perto como hoje, a começar pelas nossas próprias casas.

Desta forma, gostaríamos que este espírito se actualizasse em cada um de nós pela nossa contribuição para a recuperação do nosso Seminário das Missões de Cernache do Bonjardim.

Contamos convosco nesta campanha.

Que Deus vos abençoe.

Fátima, 21 de Maio de 2017

P. Adelino Ascenso                                          Fernando Manuel Costa Silva

Superior Geral da SMBN                                              Presidente da ARM

 


 

MIGUEL RAMALHO

No próximo dia 1 de Julho, será lançado o livro do nosso amigo Miguel Ramalho, baseado na sua tese de doutoramento, sobre a batalha de La Lys, trágica para as tropas portuguesas, e de dois capitães portugueses que se destacaram pela sua heroicidade e espírito de sacrifício, no Palácio da Independência (Largo de S. Domingos), em Lisboa, pelas 15h30.

Quem puder estar presente, não falte!

a)Sérgio Cabral

 

 

 


 

 

Mais um grito de ajuda para Mahate

Pemba

 

Os Leigos Boa Nova, através do armista Sérgio Cabral e da sua esposa Ana Sofia Costa, missionários em Pemba (Moçambique) desde Outubro passado, lançaram hoje, 10-6-2017, uma campanha de angariação de fundos que se chama "Gotas de Vida". Com o dinheiro angariado vão construir uma cisterna na Escola Primária Comunitária de Mahate, que pertence à Diocese Pemba (Moçambique).

Sabemos que temos sido solicitados para a continuidade dos nossos projectos, nomeadamente, o projecto “Um sorriso para ti” que é prioritário. No entanto, se houver disponibilidade financeira de cada um de nós nada nos impede de apoiar também outras causas, nomeadamente, esta causa dos nossos “familiares” directos, os Leigos Boa Nova.

Clica no seguinte link para ter mais informações acerca desta campanha:

http://leigos.boanova.pt/component/content/article/157-campanha-gotas-de-vida-construcao-de-uma-cisterna-na-escola-de-mahate

Vê, também, o vídeo desta campanha em https://www.youtube.com/watch?v=A3nSRh8W8mc

a) a Direcção


 

Encontro Regional de Trás-os-Montes

Miranda do Douro

12-Agosto-2017

 

Sé de Miranda do Douro

 

De acordo com informações de Gabriel dos Santos Carvalho, recolhidas em Fátima em 21 de Maio do corrente ano, o encontro de Trás-os-Montes, terá lugar em Miranda do Douro a 12 de Agosto deste ano. E será organizado pelo Armista, Artur Manuel Rodrigues Nunes, Presidente da Câmara de Miranda do Douro. Telefone 273431374 e Telemóvel 925000350.

Mais pormenores virão a seu tempo, incluindo o programa.

 

 

 


 

 

A  P  E  L  O

ARM E SMBN

JUNTAS NA VALORIZAÇÃO DO SEMINÁRIO DE CERNACHE DO BONJARDIM

 

O Seminário das Missões de Cernache do Bonjardim é um majestoso e imponente edifício, de linhas clássicas, repleto de histórias ricas de singelas vivências, porto seguro de uma identidade institucional e fonte do carisma missionário. Mas muito mais do que o espaço, foi o tempo vivido por muitos que conferiu às quase infindáveis paredes e corredores uma auréola de nobre casa e de veneranda escola de sabedoria e de graça.

Procurando alinhar a sua missão com o tempo que se vive, intra e extra muros da SMBN, preservando o que de mais valioso e belo reúne este edifício, cenário de inúmeras páginas da história da SMBN, num esforço de aprofundar as exigências do carisma ad gentes, numa linha interpretativa de abrir fronteiras, urge enriquecer este seminário com outras valências que, não desviando da estrutura nevrálgica desta casa, possam completar a sua missão de ser a nossa casa.

Neste sentido, foi elaborado um plano de remodelação de infra-estruturas e de abertura funcional do seminário, procurando recuperar espaços carregados de emoções para muitos e necessários para o desempenho de actividades para quem lá vive, acolhendo com alegria quem nos visita, quer como amigo de longa data, quer como companheiro de novas jornadas. Paulatinamente, a SMBN tem vindo a dar passos nesse sentido, com várias obras em curso e outras previstas, assim como com o estabelecimento de contactos para potenciar áreas que possam atrair e convergir interesses e esforços em torno da missão. O turismo rural e religioso é uma de entre muitas áreas.

Tendo consciência de que esta é porventura a casa de formação por onde mais antigos alunos passaram, entendemos também dar conhecimento deste plano aos armistas e, simultaneamente, a envolvê-los nesta importante tarefa de modernização da casa. Assim, e depois de termos discutido várias possibilidades, vimos por este meio solicitar o vosso apoio para a pintura da fachada central do edifício do seminário, incluindo a fachada exterior da igreja, num custo total de 18 mil euros, a qual também incluirá a recuperação de janelas, portas e vidros, quer do seminário quer da própria igreja.

O Seminário de Cernache, recentemente classificado como monumento de interesse público, tem vindo a ser visitado por um número crescente de pessoas. Com outro rosto, podemos dar mais vida a este monumento, a começar por um melhor acolhimento, passando por prover melhores serviços, nomeadamente alojamento, até a um testemunho mais alegre da missão. Temos consciência de que o que dá mesmo vida ao nosso seminário são as pessoas, de modo especial os seminaristas e padres que aí vivem. Com melhores condições, a comunidade residente poderá avivar o espírito missionário, tão sedento de novas aventuras por mares nunca dantes navegados. Talvez o além-mar nunca tenha estado tão perto como hoje, a começar pelas nossas próprias casas.

Desta forma, gostaríamos que este espírito se actualizasse em cada um de nós pela nossa contribuição para a recuperação do nosso Seminário das Missões de Cernache do Bonjardim.

Contamos convosco nesta campanha.

Que Deus vos abençoe.

 

Fátima, 21 de Maio de 2017

 

P. Adelino Ascenso                                           Fernando Manuel Costa Silva

Superior Geral da SMBN                                              Presidente da ARM

 


 


ENCONTRO NACIONAL DA ARM COM ASSEMBLEIA GERAL

FÁTIMA  -21-05-2017

 

Realizou-se hoje, dia 21 de Maio de 2017, no Seminário das Missões, S. Francisco Xavier, em Fátima, o encontro anual, onde aconteceu a Assembleia Geral para eleger os novos corpos sociais da ARM para o triénio de 2017 a 2020. Foi pouco concorrida. Os Armistas    tiveram receio de serem eleitos e não compareceram.

Mesmo assim, os presentes a que se refere a foto ao lado, com a legitimidade estatutária que lhes assiste, não deixaram os seus créditos por mãos alheias e, depois de estudados os prós e os contras, resolveram reeleger a quase totalidade da anterior Direcção, Os membros da Assembleia Geral e o mesmo Conselho Fiscal. Foi nomeado Tesoureiro o Armista, Manuel José Tavares Soares.

Fomos excelentemente bem recebidos pelo Reitor do Seminário, P.e Justino, a quem agradecemos a simpatia sem querer deixar de lado o cuidado das duas Senhoras colaboradores, que foram incansáveis. O nosso muito obrigado.

Foram tiradas muitas fotografias, que distribuídas pelos presentes, devem dar duas a cada um.

 


 

Caros armistas,
Tal como foi anunciado, através do nosso boletim, no próximo dia 21 de maio realizar-se-á o nosso Encontro Nacional em Fátima.
Neste encontro decorrerá a Assembleia Geral, onde se elegerá a nova direção para o triénio 2017-2020.
Mais uma razão para estarmos presentes neste encontro importantíssimo para a vida da nossa associação.
Não faltes! Inscreve-te através do formulário abaixo!

9-5-2017 - A direção.

 

Seminário S. Francisco Xavier - Fátima

 

Está situado no alto da Fazarga, junto aos velhos moinhos de vento. Foi adquirido no fim da década de 1980 com o subsídio que a Sociedade Missionária recebeu do governo português pela desocupação da parte do Convento de Cristo de Tomar, onde funcionou o Seminário das Missões desde 1921 até 1991. Transferiu-se para esta casa de Fátima o nome e a personalidade jurídica do Seminário de Tomar e começou por ser conhecido como Seminário de S. Francisco Xavier, padroeiro do Seminário de Tomar.

Durante alguns anos, a partir de 1989-90, estiveram aí os seminaristas do 12º ano como preparação próxima para o curso universitário.

A Sociedade Missionária teve outra casa em Fátima, proveniente do legado do bispo de Cabo Verde, D. Joaquim de Barros, que é presentemente propriedade do CNE.

O Seminário da Sociedade Missionária, em Fátima, no alto da Fazarga, conhecido localmente por Seminário da Boa Nova, é actualmente centro de animação missionária e de acolhimento de grupos.

 

Morada:

Seminário de S. Francisco Xavier

Sociedade Missionária da Boa Nova – SMBN

R. dos Moinhos da Fazarga

2495-445 FÁTIMA

 


 

Álvaro José Monteiro

 

Nasceu em 12 de abril de 1936 e faleceu em 9 de abril de 2017. Entrou no Seminário das Missões de Tomar em 1948; Era de Ervedosa do Douro, filho de um sapateiro, que eu nunca conheci: prezava muito o filho e por isso tinha de ter bons sapatos... Nos tempos de festa, lá aparecia um cabaz que era para os senhores prefeitos e para a rapaziada; o Álvaro falava da ingureta que devia conter o bom vinho da terra, uma espécie de vinho fino: era uma alegria para todos! Brincávamos muito com ele, pois ele dava-se ares de quem sabia umas coisas; lembro-me de ele dizer que era capaz de dar a escala no bombo, o que nos dava um gozo tremendo; entrava nas representações festivas, porque, sendo rechonchudo de cara, dava para entrar nas peças e fazer de guarda republicano consciente das suas funções.

Avançou até Cucujães: na nossa gíria, todos sabiam a expressão mais frequente que lhe saía: "raça maldita"; às vezes, os exercícios da matemática não davam certos e lá saía um "raça maldita"... Saiu em Cucujães e vim encontrá-lo em Lisboa, quando me convidou para presidir ao casamento dele em S. Sebastião da Pedreira, onde casou com a Ju, Maria de Jesus, que era catequista na paróquia. Vivia na freguesia de Rinchoa . Algumas vezes estive com ele: ainda me lembro de uma patuscada em dia de picnic...

Trabalhou no Banco de Portugal; aí ganhou amizades e aí ajudou antigos colegas por iniciativa própria. Em dada altura, é o José Malhão que me avisa que o Monteiro está internado no Hospital dos bancários: a diabetes degenerara e houve que amputar-lhe as pernas. Visitei-o no hospital uma ou duas vezes: assistia-o a esposa, com uma dedicação exemplar. Depois passou para casa e aí foi acompanhado pela esposa que se fazia ajudar por uma senhora que ia prestar assistência.  A última vez que o Malhão me telefonou foi para me dar a notícia de que o Monteiro partira para Deus; eram dias em que eu próprio temia pela minha saúde... Pensei que a notícia tivesse sido divulgada; fico surpreendido com o desconhecimento. Ficamos com mais um do Outro lado. Que Deus o tenha com Ele e lhe proporcione a sua misericórdia; que a Mãe de Deus lhe estenda o manto de bondade.

a) Aires Nascimento

 

Mário Augusto Ferreira Pêgo

 

Acabamos de saber que faleceu ontem, dia 24 de Abril de 2017, o nosso Amigo Mário Pego, por Insuficiência cardíaca.

Natural de Mogadouro, entrou em Tomar em 1949. Frequentou os Seminários de Tomar e Cernache do Bonjardim. Esteve em Angola em serviço militar. Era Adido Militar em Lisboa. Há anos que sofria de insuficiência renal e fazia hemodiálise três dias por semana.

O funeral realizou-se no dia 25 na Igreja de Linda-a-Velha.

Ergamos ao Senhor Deus nosso Pai uma ardente prece por este nosso irmão que partiu.

 

a) Santos Ponciano

 


 

Papa Francisco


 

Caros Amigos,

A quem estes assuntos costumam interessar…

Em anexo remeto cartaz anunciador do debate organizado e moderado pelo Senhor Pe.

Anselmo Borges a ocorrer em Gaia e em Lisboa.


A temática é: PAPA FRANCISCO: Líder Politico-Moral Global


Em Gaia no dia 26 de Abril, 21:30h, na Capela do Convento Corpus Christi

Em Lisboa no dia 2 de Maio, 18:30h, na Fundação Calouste Gulbenkian

 

a) Santos Ponciano


 

Irmão José Celso Ferreira Cardoso

 

Senhor Deus do universo, que neste dia, pelo Vosso Filho unigénito, vencedor da morte, nos abristes as portas da eternidade, concedei-nos que, celebrando a solenidade da ressurreição de Cristo, renovados pelo Vosso Espírito, ressuscitemos para a luz da Vida. Por NSJC… (Oração do dia de Páscoa).

Hoje, Segunda-feira da Páscoa,  (18 de Abril de 2017) com 80 anos de idade, partiu para a casa do Pai. Agradecemos a todos os profissionais de saúde e às colaboradoras do Lar de Santa Teresinha que acompanharam e suavizaram o prolongado calvário do nosso Irmão. Tendo nascido a 8 de setembro, dia de Nossa Senhora, foi nesse dia que fez o seu juramento missionário em 1952 e o renovou em 1959 e 1962. Era profundamente devoto de Maria.Em 2001, a saúde começou a deteriorar-se. Fez operações à coluna, mas a doença de Parkinson imobilizou-o cada vez mais. Assumiu o sofrimento como a sua “missão mais difícil” em oração e sacrifício pela Missão com grande resignação.

Apesar da dificuldade em movimentar-se, todos os dias queria almoçar com a comunidade do seminário e interessava-se pelas notícias da Sociedade a que servia na dor.Em Cucujães, foi responsável pela catequese no Centro de Santa Luzia, dinamizando a fé das crianças e das catequistas. Colaborou com o seu irmão P. Nuno Cardoso, pároco de Alfena, sendo um dos responsáveis pelo jornal paroquial.Foi o rosto visível da Sociedade junto de amigos e colaboradores, paróquias, livrarias e instituições religiosas.

Junto com os padres, promoveu retiros e muitos fins de semana de animação missionária. Era conhecido em todas as regiões do país. Em 1994 voltou a Cucujães como Director-adjunto da Editorial Missões, a trabalhar na difusão das nossas publicações, assim como na publicidade. Foi o iniciador do Calendário Jovem e multiplicou a edição de postais com mensagem. Em 1990 partiu para Moçambique, onde colaborou na Procuradoria das Missões, em Maputo. Em 1991 foi nomeado para Lisboa como Procurador das Regiões Missionárias e Promotor das edições da Editorial. Trabalhou em Cucujães como administrador da revista Boa Nova e da Voz da Missão e Adjunto do Director da Escola Tipográfica das Missões. Em 1982 foi nomeado Director-adjunto da Editorial Missões para a Administração e a Difusão. O Irmão Celso era natural de Argoncilhe, Santa Maria da Feira, Diocese do Porto, onde nasceu no dia 8 de Setembro de 1936. Entrou na SMBN em 1952, fez o seu Juramento Temporário ao completar 20 anos de idade e o Juramento Perpétuo aos 26.

a) Padre Jerónimo

 


 

 

Rádio AdGentes


Caros Armistas,

A Rádio AdGentes transmite para todo o mundo as cerimónias da Semana Santa, nos dias 14 e 15 de abril, pelas 21 horas, em direto da Igreja Matriz da Paróquia de São Martinho da Vila de Cucujães.


Boas Festas Pascais

a) a direcção

 


 


Boletim n.º 120

Fevereiro de 2017


Boletim n.º 120 -15-3-2017 - Após o envio do nosso boletim em papel, via CTT, segue agora o boletim em PDF.


Aproveitamos para reforçar a importância do projeto "Um Sorriso para ti" que visa o apoio, principalmente, ao nível da alimentação e de recursos pedagógicos, a mais de 500 crianças que frequentam as escolinhas ao cuidado da SMBN no Chibuto, Malema e Pemba (Moçambique).

 

a) Direcção


 


 

 

Encontro Anual de 2017

 

 

O nosso Encontro Anual com Assembleia Geral irá decorrer no dia 21 de maio no Seminário S. Francisco Xavier, no Alto da Fazarga, em Fátima. Nesta Assembleia, eleger-se-à nova direcção para o triénio 2017-2020. Mais uma razão para uma participação em massa neste encontro, pois é de grande importância debatermos sobre o rumo que queremos para a ARM e escolhermos aqueles que encabeçarão este rumo. (15/3/2017).

 

a) a Direcção

 

 

 


 

 

Bodas de Prata do Padre Anastácio Jorge

Maputo, 5 de Março de 2017


Padre Anastácio Jorge

Meus Caros!

Iniciam-se amanhã, dia 5 de Março de 2017, as cerimónias das Bodas de Prata de Sacerdócio do Senhor Pe. Anastácio Jorge.

Anexo documento que me chegou de Moçambique, nada mais tendo a acrescentar quanto à sua biografia e obra.

Tive o privilégio de conhecê-lo pessoalmente na Missão, de ver a sua obra, conhecer o seu forte carácter, os seus receios, a sua enorme capacidade de trabalho, dedicação e generosidade, a sua imensa sabedoria, mas, principalmente, a sua humildade. É um Missionário de mão cheia. Que Deus o abençoe e lhe dê muita saúde.

a) Santos Ponciano

 


 

Mensagem de D. António Couto para a Quaresma 2017

Publicada por Jerónimo Nunes no FaceBook

 

msg_quaresma_20-17

O DOM ALUMIA, MAS O PECADO CEGA


  1. «O outro é um dom», «o pecado cega-nos», «a Palavra é um dom», são, por esta ordem, os subtítulos ou fios condutores com que o Papa Francisco costurou a sua mensagem para esta Quaresma de 2017 que agora se inicia. Entre «dom» e «dom», o pecado, que é uma espécie de nó cego no coração, bloqueia-nos num mundo de portas fechadas a cadeado, tornando-nos imunes, isto é, vacinados, indiferentes, insensíveis, face aos outros e face à Palavra, aquela que vem de Deus, Palavra criadora e carinhosa, e aquela que vem dos outros, da ternura dos outros, mas também das suas dores, sofrimentos e gritos.
  1. Sim, o dom é primeiro. A Palavra criadora de Deus está antes das coisas, da história e de mim. Ou não seria Palavra criadora! E ainda antes de mim estão outras mãos que me acolhem com carinho. É suficientemente claro que não fui eu o primeiro a chegar aqui. Diz Deus para Baruc e para mim: «Tu procuras para ti coisas grandes! Não procures! Porque eis que Eu farei vir a desgraça sobre toda a carne, oráculo do Senhor. Mas darei a ti a tua vida como despojo em todos os lugares para onde fores» (Jeremias 45,5). E João, o Batista, aponta a cada um de nós a fonte da vida e do dom, afirmando: «Um homem nada pode receber, a não ser que lhe tenha sido dado do céu» (João 3,27). E São Paulo deixa a retinir nos nossos ouvidos a pergunta essencial: «Que tens tu que não tenhas recebido?» (1 Coríntios 4,7).

 

  1. No Tratado Pirqê ’Abôt (2,9), da Mishna judaica, Yohanan ben Zakai pergunta aos seus discípulos: «Qual é o caminho mau de que o homem se deve afastar?». E Rabi Simeão respondeu: «Pedir emprestado e não restituir». Mas acrescenta logo que «é a mesma coisa receber emprestado de um homem ou de Deus». E o grande filósofo hebreu Abraham Joshua Heschel comenta de forma certeira e incisiva: «Talvez esteja aqui o núcleo da miséria humana: quando nos esquecemos de que a vida é um dom e também um empréstimo».
  1. Em boa verdade, quando dou por mim, já tenho coisas atrás, já estou sempre depois do meu nascimento, já tenho um pai e uma mãe, já sou filho. E reconhecer-me filho é descobrir-me como receção originária da vida, proveniente de um amor que me precede. Verdadeiramente, quando começamos a dar por nós, o espanto primeiro que nos invade não é o mundo, mas alguém que começamos a ver diante de nós. Alguém: o dom de outras mãos que amorosamente se estendem para nós. «A primeira experiência da pessoa, diz bem Emmanuel Mounier, é a experiência da 2.ª pessoa: o tu, e, portanto, o nós, vem antes do eu». O «bom dia» precede o «cogito». Nós não somos incestuosa e tautologicamente filhos de nós mesmos, como requer o célebre «cogito ergo sum» [= «eu penso, logo existo»] cartesiano ou o faraónico «ego feci memetipsum» [= «eu fiz-me a mim mesmo»] (Ezequiel 29,3). Eu não sou a origem, o senhor e o centro do mundo. «Eu» dou por mim como «eis-me-aqui», como tantas vezes na Bíblia se vê e ouve.
  1. Um dom imenso nos precede. Mas o dom é sempre frágil. É como um vaso cheio de afeto, que se quebra logo que o recebedor o comece a considerar como seu. Na verdade, não se possui senão para se perder, e só não se perde o que se dá. Aproveitemos então, caríssimos irmãos e irmãs, este tempo santo da Quaresma para fazer a experiência de tudo receber de Deus e tudo partilhar com alegria com os nossos irmãos, na certeza de que «Deus ama quem dá com alegria» (2 Coríntios 9,7; cf. Atos 20,35; Tobias 4,16).
  1. Façamos pois, amados irmãos e irmãs, do tempo da Quaresma um tempo de diferença, e não de indiferença. Dilatemos as cordas do nosso coração até às periferias do mundo, e que o nosso olhar seja de Misericórdia para os nossos irmãos de perto e de longe. Façamos um exercício de verdade. Despojemo-nos, não apenas do que nos sobra, mas também do que nos faz falta. Dar o que sobra não tem a marca de Deus. Jesus não nos deu coisas, algumas coisas para o efeito retiradas da algibeira, mas deu por nós a sua vida inteira. Dar-nos uns aos outros e dar com alegria deve ser, para os discípulos de Jesus, a forma, não excecional, mas normal, quotidiana, de viver. Como em anos anteriores, peço aos meus irmãos e irmãs das 223 paróquias da nossa Diocese de Lamego para abrirmos o nosso coração a todos os que sofrem aqui perto e lá longe.
  1. Neste sentido, vamos destinar uma parte da esmola da nossa Caridade quaresmal para o Fundo Solidário Diocesano, para aliviar as dores dos nossos irmãos e irmãs de perto que precisam da nossa ajuda, e são cada vez mais. Olhando para os nossos irmãos e irmãs de longe, vamos destinar outra parte do esforço da nossa Caridade para levar um pequeno gesto de carinho aos nossos irmãos e irmãs da África e da América Latina, mais concretamente de Moçambique e da Bolívia, países em que os Missionários Espiritanos têm missões que necessitam do nosso apoio. O motivo de este ano canalizarmos a esmola da nossa Caridade através dos Missionários Espiritanos reside no facto de a Província Portuguesa dos Missionários Espiritanos estar este ano de 2017 a celebrar 150 de presença em Portugal. Este caminho da nossa Caridade Quaresmal será anunciado, como de costume, em todas as Igrejas da nossa Diocese no Domingo I da Quaresma, realizando-se a Coleta no Domingo de Ramos na Paixão do Senhor.
  1. Com a ternura de Jesus Cristo, saúdo, no início desta caminhada quaresmal de 2017, Ano do Centenário das Aparições de Nossa Senhora em Fátima, todas as crianças, jovens, adultos e idosos, catequistas, acólitos, leitores, salmistas, membros dos grupos corais, ministros da comunhão, membros dos conselhos económicos e pastorais, membros de todas as associações e movimentos, departamentos e serviços, todos os nossos seminaristas, todos os consagrados, todos os diáconos e sacerdotes que habitam e servem a nossa Diocese de Lamego ou estão ao serviço de outras Igrejas. Saúdo com particular afeto todos os doentes, carenciados e desempregados, e as famílias que atravessam dificuldades. Uma saudação de particular carinho a todos aqueles que tiveram de sair da sua e da nossa terra, vivendo a dura condição de emigrantes.
  1. Que o Deus da Paz nos conceda uma abundante chuva de Graça e de Ternura, e que Maria, nossa Mãe, Senhora do Rosário de Fátima, seja nossa carinhosa Medianeira.

Lamego, 1 de março de 2017, Quarta-feira de Cinzas

Na certeza da minha oração e comunhão convosco, a todos vos abraça o vosso bispo e irmão,

+ António


PEMBA - 8 de  Fevereiro de 2017


Amigos,

Sou o Padre Ricardo Marques, Missionário da Boa Nova, pároco da paróquia de Maria Auxiliadora, em Pemba, Moçambique.

Venho, por este meio, agradecer a vossa ajuda, através do projecto Missão 4 X 4, lançado pela ARM, cujo valor reverterá para ajudar à aquisição de um novo veículo para esta missão.

Graças à vossa ajuda teremos melhores condições para atender às necessidades das pessoas mais carenciadas desta paróquia. Por esse motivo, agradeço pela ajuda e invoco a bênção de Deus e a protecção maternal de Maria para todos vós e para todas as vossas  famílias.


Nota: Parece que ainda não têm o valor suficiente para o Toyota 4 X 4. Apelo à generosidade dos Armistas e a um esforço suplementar para se conseguir no montante apresentado pelo armista Sérgio Cabral. Podem ler a sua mensagem aqui.

 


 

 

Padre André Marcos

7-Janeiro-2017


Pelas vinte e três horas e cinquenta e oito minutos de ontem, dia 07 de Janeiro de 2017, véspera da Epifania, o INEM chamado para assistir o P. André Marcos, viu-se na situação de atestar a sua morte.

Há uma semana, ele foi levado às urgências hospitalares, fez todos os exames e constataram fraqueza geral dos músculos e do coração. Passou esta semana com dificuldades, mas perfeitamente lúcido. Conversava com as visitas, inclusive com o Dr. Castro Ribeiro que fez o favor de acompanhar os seus últimos dias.

Hoje, Domingo, o Seminário da Boa Nova reza por ele na celebração da Epifania às 12 horas. Teremos celebração especial de Eucaristia com vésperas, às 18 horas. Na segunda feira celebraremos às 12 horas.

O Padre André Marcos tinha 88 anos de idade e sessenta anos de padre, pois nasceu a 09.11.1928 em Duas Igrejas, na Diocese de Bragança – Miranda e foi ordenado padre a 29.06.1956. Trabalhou em Moçambique e em Portugal. Foi o primeiro reitor do Seminário da Boa Nova, em 1962 e foi seu ecónomo por muitos anos.

Damos graças a Deus pela riqueza da sua vida missionária, pedimos ao Senhor da Messe que o receba no Seu Reino e que nos dê a mesma coragem de sermos missionários até ao fim.

À sua família, a solidariedade das nossas orações.

A pedido de sua Família o Padre André Marcos será sepultado em Vilar Seco, sua terra natal. Portanto altera-se o programa:


- Amanhã, dia 9, às 14h, o seminário da Boa Nova celebra Eucaristia presidida por D. António Augusto Azevedo, Bispo Auxiliar do Porto.
- Terça feira, dia 10, as exéquias são em Vilar Seco, concelho de Vimioso, às 9h30, presididas por D. António Couto.

 

a) P. Jerónimo Nunes


Do Facebook

P. ANDRÉ MARCOS
SOCIEDADE MISSIONÁRIA DA BOA NOVA

O P. André Marcos nasceu em Duas Igrejas, Miranda do Douro a 11 de Setembro de 1928. Era filho de Álvaro Augusto Marcos e de Adélia de Jesus Jorge. Entrou no Seminário das Missões de Tomar em Setembro de 1942 e fez o primeiro juramento missionário a 15 de Setembro de 1952. Foi ordenado sacerdote a 29 de Junho de 1956 no Seminário de Cucujães. Iniciou a sua actividade missionária no Seminário de Tomar como prefeito e vice-reitor. Em 1961 veio para Valadares como primeiro superior da casa. Partiu para as missões de Moçambique em Outubro de 1964 onde permaneceu praticamente até 1996, apenas com alguns intervalos em Portugal. Depois do seu regresso ficou no Seminário de Valadares, sempre ligado à economia e aos serviços da casa. Faleceu neste Seminário na noite de 7 de Janeiro de 2017.
Em África, distinguiu-se como homem prático. Perante as dificuldades, encontrava sempre a solução para as coisas às vezes complicadas. Durante os tempos difíceis da revolução, também ele foi despojado de tudo como os outros missionários. Permaneceu sempre em Moçambique. Perante as dificuldades, descobria sempre maneiras de as ultrapassar, e com vantagem. Conseguiu não só sobreviver mas até, com a sua criatividade, livrar outros de grandes dificuldades.
Quando regressou a Portugal já vinha bastante debilitado. Teve que ser submetido a várias intervenções cirúrgicas, mas nunca desistiu de viver. Devido ao seu carácter prático e inventivo, foi capaz de transformar várias situações difíceis em novas iniciativas.
Na última fase da vida começou a ter vários limites, sobretudo de locução. Mas nunca parou. Com a sua scouter eléctrica ele ia a todo o lado: preparou rampas para subir ao primeiro andar onde vivia e para ir a todas as refeições na sala de jantar e à Igreja para a eucaristia. Mesmo debilitado, celebrava, com a ajuda dos companheiros, a eucaristia diária e tinha ao seu lado o enorme terço com contas de madeira que rezava pelas missões e por toda a Sociedade Missionária. Que o Senhor o receba na Sua Glória, e que seja nosso intercessor junto de Deus.

a) P. Jerónimo Nunes

 


 

Notícias de anos anteriores - CLICAR AQUI

 

 


 

 

NOTA DA REDACÇÃO - Para que esta página não ficasse tão lenta como estava, resolvemos nela publicar somente os conteúdos que nos vão chegando referentes ao ano em curso. As notícias dos anos anteriores foram transferidos para os Arquivos de notícias onde as poderão ler clicando aqui.

 

VISITANTES

Contador de visitas

 
 

JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

 
 
 
 
Share