Notícias

Assina as Revistas: Boa Nova e Igreja e Missão

Participa e inscreve-te em : UM Sorriso para TI - 2016

Um Sorriso para Ti 2016 a 2018 - FICHA DE INSCRIÇÃO


20172017

 

A  P  E  L  O

 

 

ARM E SMBN

JUNTAS NA VALORIZAÇÃO DO SEMINÁRIO DE CERNACHE DO BONJARDIM

 

O Seminário das Missões de Cernache do Bonjardim é um majestoso e imponente edifício, de linhas clássicas, repleto de histórias ricas de singelas vivências, porto seguro de uma identidade institucional e fonte do carisma missionário. Mas muito mais do que o espaço, foi o tempo vivido por muitos que conferiu às quase infindáveis paredes e corredores uma auréola de nobre casa e de veneranda escola de sabedoria e de graça.

Procurando alinhar a sua missão com o tempo que se vive, intra e extra muros da SMBN, preservando o que de mais valioso e belo reúne este edifício, cenário de inúmeras páginas da história da SMBN, num esforço de aprofundar as exigências do carisma ad gentes, numa linha interpretativa de abrir fronteiras, urge enriquecer este seminário com outras valências que, não desviando da estrutura nevrálgica desta casa, possam completar a sua missão de ser a nossa casa.

Neste sentido, foi elaborado um plano de remodelação de infra-estruturas e de abertura funcional do seminário, procurando recuperar espaços carregados de emoções para muitos e necessários para o desempenho de actividades para quem lá vive, acolhendo com alegria quem nos visita, quer como amigo de longa data, quer como companheiro de novas jornadas. Paulatinamente, a SMBN tem vindo a dar passos nesse sentido, com várias obras em curso e outras previstas, assim como com o estabelecimento de contactos para potenciar áreas que possam atrair e convergir interesses e esforços em torno da missão. O turismo rural e religioso é uma de entre muitas áreas.

Tendo consciência de que esta é porventura a casa de formação por onde mais antigos alunos passaram, entendemos também dar conhecimento deste plano aos armistas e, simultaneamente, a envolvê-los nesta importante tarefa de modernização da casa. Assim, e depois de termos discutido várias possibilidades, vimos por este meio solicitar o vosso apoio para a pintura da fachada central do edifício do seminário, incluindo a fachada exterior da igreja, num custo total de 18 mil euros, a qual também incluirá a recuperação de janelas, portas e vidros, quer do seminário quer da própria igreja.

O Seminário de Cernache, recentemente classificado como monumento de interesse público, tem vindo a ser visitado por um número crescente de pessoas. Com outro rosto, podemos dar mais vida a este monumento, a começar por um melhor acolhimento, passando por prover melhores serviços, nomeadamente alojamento, até a um testemunho mais alegre da missão. Temos consciência de que o que dá mesmo vida ao nosso seminário são as pessoas, de modo especial os seminaristas e padres que aí vivem. Com melhores condições, a comunidade residente poderá avivar o espírito missionário, tão sedento de novas aventuras por mares nunca dantes navegados. Talvez o além-mar nunca tenha estado tão perto como hoje, a começar pelas nossas próprias casas.

Desta forma, gostaríamos que este espírito se actualizasse em cada um de nós pela nossa contribuição para a recuperação do nosso Seminário das Missões de Cernache do Bonjardim.

Contamos convosco nesta campanha.

Que Deus vos abençoe.

 

Fátima, 21 de Maio de 2017

 

P. Adelino Ascenso                                           Fernando Manuel Costa Silva

Superior Geral da SMBN                                              Presidente da ARM

 

 

 


 

 

 


ENCONTRO NACIONAL DA ARM COM ASSEMBLEIA GERAL

FÁTIMA  -21-05-2017

 

Realizou-se hoje, dia 21 de Maio de 2017, no Seminário das Missões, S. Francisco Xavier, em Fátima, o encontro anual, onde aconteceu a Assembleia Geral para eleger os novos corpos sociais da ARM para o triénio de 2017 a 2020. Foi pouco concorrida. Os Armistas    tiveram receio de serem eleitos e não compareceram.

Mesmo assim, os presentes a que se refere a foto ao lado, com a legitimidade estatutária que lhes assiste, não deixaram os seus créditos por mãos alheias e, depois de estudados os prós e os contras, resolveram reeleger a quase totalidade da anterior Direcção, Os membros da Assembleia Geral e o mesmo Conselho Fiscal. Foi nomeado Tesoureiro o Armista, Manuel José Tavares Soares.

Fomos excelentemente bem recebidos pelo Reitor do Seminário, P.e Justino, a quem agradecemos a simpatia sem querer deixar de lado o cuidado das duas Senhoras colaboradores, que foram incansáveis. O nosso muito obrigado.

Foram tiradas muitas fotografias, que distribuídas pelos presentes, devem dar duas a cada um.

 


 

Caros armistas,
Tal como foi anunciado, através do nosso boletim, no próximo dia 21 de maio realizar-se-á o nosso Encontro Nacional em Fátima.
Neste encontro decorrerá a Assembleia Geral, onde se elegerá a nova direção para o triénio 2017-2020.
Mais uma razão para estarmos presentes neste encontro importantíssimo para a vida da nossa associação.
Não faltes! Inscreve-te através do formulário abaixo!

9-5-2017 - A direção.

 

 

Seminário S. Francisco Xavier - Fátima

 

Está situado no alto da Fazarga, junto aos velhos moinhos de vento. Foi adquirido no fim da década de 1980 com o subsídio que a Sociedade Missionária recebeu do governo português pela desocupação da parte do Convento de Cristo de Tomar, onde funcionou o Seminário das Missões desde 1921 até 1991. Transferiu-se para esta casa de Fátima o nome e a personalidade jurídica do Seminário de Tomar e começou por ser conhecido como Seminário de S. Francisco Xavier, padroeiro do Seminário de Tomar.

Durante alguns anos, a partir de 1989-90, estiveram aí os seminaristas do 12º ano como preparação próxima para o curso universitário.

A Sociedade Missionária teve outra casa em Fátima, proveniente do legado do bispo de Cabo Verde, D. Joaquim de Barros, que é presentemente propriedade do CNE.

O Seminário da Sociedade Missionária, em Fátima, no alto da Fazarga, conhecido localmente por Seminário da Boa Nova, é actualmente centro de animação missionária e de acolhimento de grupos.

 

Morada:

Seminário de S. Francisco Xavier

Sociedade Missionária da Boa Nova – SMBN

R. dos Moinhos da Fazarga

2495-445 FÁTIMA

 


 

Álvaro José Monteiro

 

Nasceu em 12 de abril de 1936 e faleceu em 9 de abril de 2017. Entrou no Seminário das Missões de Tomar em 1948; Era de Ervedosa do Douro, filho de um sapateiro, que eu nunca conheci: prezava muito o filho e por isso tinha de ter bons sapatos... Nos tempos de festa, lá aparecia um cabaz que era para os senhores prefeitos e para a rapaziada; o Álvaro falava da ingureta que devia conter o bom vinho da terra, uma espécie de vinho fino: era uma alegria para todos! Brincávamos muito com ele, pois ele dava-se ares de quem sabia umas coisas; lembro-me de ele dizer que era capaz de dar a escala no bombo, o que nos dava um gozo tremendo; entrava nas representações festivas, porque, sendo rechonchudo de cara, dava para entrar nas peças e fazer de guarda republicano consciente das suas funções.

Avançou até Cucujães: na nossa gíria, todos sabiam a expressão mais frequente que lhe saía: "raça maldita"; às vezes, os exercícios da matemática não davam certos e lá saía um "raça maldita"... Saiu em Cucujães e vim encontrá-lo em Lisboa, quando me convidou para presidir ao casamento dele em S. Sebastião da Pedreira, onde casou com a Ju, Maria de Jesus, que era catequista na paróquia. Vivia na freguesia de Rinchoa . Algumas vezes estive com ele: ainda me lembro de uma patuscada em dia de picnic...

Trabalhou no Banco de Portugal; aí ganhou amizades e aí ajudou antigos colegas por iniciativa própria. Em dada altura, é o José Malhão que me avisa que o Monteiro está internado no Hospital dos bancários: a diabetes degenerara e houve que amputar-lhe as pernas. Visitei-o no hospital uma ou duas vezes: assistia-o a esposa, com uma dedicação exemplar. Depois passou para casa e aí foi acompanhado pela esposa que se fazia ajudar por uma senhora que ia prestar assistência.  A última vez que o Malhão me telefonou foi para me dar a notícia de que o Monteiro partira para Deus; eram dias em que eu próprio temia pela minha saúde... Pensei que a notícia tivesse sido divulgada; fico surpreendido com o desconhecimento. Ficamos com mais um do Outro lado. Que Deus o tenha com Ele e lhe proporcione a sua misericórdia; que a Mãe de Deus lhe estenda o manto de bondade.

a) Aires Nascimento

 

Mário Augusto Ferreira Pêgo

 

Acabamos de saber que faleceu ontem, dia 24 de Abril de 2017, o nosso Amigo Mário Pego, por Insuficiência cardíaca.

Natural de Mogadouro, entrou em Tomar em 1949. Frequentou os Seminários de Tomar e Cernache do Bonjardim. Esteve em Angola em serviço militar. Era Adido Militar em Lisboa. Há anos que sofria de insuficiência renal e fazia hemodiálise três dias por semana.

O funeral realizou-se no dia 25 na Igreja de Linda-a-Velha.

Ergamos ao Senhor Deus nosso Pai uma ardente prece por este nosso irmão que partiu.

 

a) Santos Ponciano

 


 

Papa Francisco


 

Caros Amigos,

A quem estes assuntos costumam interessar…

Em anexo remeto cartaz anunciador do debate organizado e moderado pelo Senhor Pe.

Anselmo Borges a ocorrer em Gaia e em Lisboa.


A temática é: PAPA FRANCISCO: Líder Politico-Moral Global


Em Gaia no dia 26 de Abril, 21:30h, na Capela do Convento Corpus Christi

Em Lisboa no dia 2 de Maio, 18:30h, na Fundação Calouste Gulbenkian

 

a) Santos Ponciano


 

 

 

Irmão José Celso Ferreira Cardoso

 

Senhor Deus do universo, que neste dia, pelo Vosso Filho unigénito, vencedor da morte, nos abristes as portas da eternidade, concedei-nos que, celebrando a solenidade da ressurreição de Cristo, renovados pelo Vosso Espírito, ressuscitemos para a luz da Vida. Por NSJC… (Oração do dia de Páscoa).

Hoje, Segunda-feira da Páscoa,  (18 de Abril de 2017) com 80 anos de idade, partiu para a casa do Pai. Agradecemos a todos os profissionais de saúde e às colaboradoras do Lar de Santa Teresinha que acompanharam e suavizaram o prolongado calvário do nosso Irmão. Tendo nascido a 8 de setembro, dia de Nossa Senhora, foi nesse dia que fez o seu juramento missionário em 1952 e o renovou em 1959 e 1962. Era profundamente devoto de Maria.Em 2001, a saúde começou a deteriorar-se. Fez operações à coluna, mas a doença de Parkinson imobilizou-o cada vez mais. Assumiu o sofrimento como a sua “missão mais difícil” em oração e sacrifício pela Missão com grande resignação.

Apesar da dificuldade em movimentar-se, todos os dias queria almoçar com a comunidade do seminário e interessava-se pelas notícias da Sociedade a que servia na dor.Em Cucujães, foi responsável pela catequese no Centro de Santa Luzia, dinamizando a fé das crianças e das catequistas. Colaborou com o seu irmão P. Nuno Cardoso, pároco de Alfena, sendo um dos responsáveis pelo jornal paroquial.Foi o rosto visível da Sociedade junto de amigos e colaboradores, paróquias, livrarias e instituições religiosas.

Junto com os padres, promoveu retiros e muitos fins de semana de animação missionária. Era conhecido em todas as regiões do país. Em 1994 voltou a Cucujães como Director-adjunto da Editorial Missões, a trabalhar na difusão das nossas publicações, assim como na publicidade. Foi o iniciador do Calendário Jovem e multiplicou a edição de postais com mensagem. Em 1990 partiu para Moçambique, onde colaborou na Procuradoria das Missões, em Maputo. Em 1991 foi nomeado para Lisboa como Procurador das Regiões Missionárias e Promotor das edições da Editorial. Trabalhou em Cucujães como administrador da revista Boa Nova e da Voz da Missão e Adjunto do Director da Escola Tipográfica das Missões. Em 1982 foi nomeado Director-adjunto da Editorial Missões para a Administração e a Difusão. O Irmão Celso era natural de Argoncilhe, Santa Maria da Feira, Diocese do Porto, onde nasceu no dia 8 de Setembro de 1936. Entrou na SMBN em 1952, fez o seu Juramento Temporário ao completar 20 anos de idade e o Juramento Perpétuo aos 26.

a) Padre Jerónimo

 


 

 

SANTA PÁSCOA - FESTAS FELIZES

 

Jesus Cristo Ressuscitado está connosco.

 

são os nossos votos para todos os Armistas e suas Famílias.


 

 

Rádio AdGentes


Caros Armistas,

A Rádio AdGentes transmite para todo o mundo as cerimónias da Semana Santa, nos dias 14 e 15 de abril, pelas 21 horas, em direto da Igreja Matriz da Paróquia de São Martinho da Vila de Cucujães.


Boas Festas Pascais

a) a direcção

 

 


 


Boletim n.º 120

Fevereiro de 2017


Boletim n.º 120 -15-3-2017 - Após o envio do nosso boletim em papel, via CTT, segue agora o boletim em PDF.


Aproveitamos para reforçar a importância do projeto "Um Sorriso para ti" que visa o apoio, principalmente, ao nível da alimentação e de recursos pedagógicos, a mais de 500 crianças que frequentam as escolinhas ao cuidado da SMBN no Chibuto, Malema e Pemba (Moçambique).

 

a) Direcção


 


 

 

 

Encontro Anual de 2017

 

 

O nosso Encontro Anual com Assembleia Geral irá decorrer no dia 21 de maio no Seminário S. Francisco Xavier, no Alto da Fazarga, em Fátima. Nesta Assembleia, eleger-se-à nova direcção para o triénio 2017-2020. Mais uma razão para uma participação em massa neste encontro, pois é de grande importância debatermos sobre o rumo que queremos para a ARM e escolhermos aqueles que encabeçarão este rumo. (15/3/2017).

 

a) a Direcção

 

 

 


 

 

Bodas de Prata do Padre Anastácio Jorge

Maputo, 5 de Março de 2017


Padre Anastácio Jorge

Meus Caros!

Iniciam-se amanhã, dia 5 de Março de 2017, as cerimónias das Bodas de Prata de Sacerdócio do Senhor Pe. Anastácio Jorge.

Anexo documento que me chegou de Moçambique, nada mais tendo a acrescentar quanto à sua biografia e obra.

Tive o privilégio de conhecê-lo pessoalmente na Missão, de ver a sua obra, conhecer o seu forte carácter, os seus receios, a sua enorme capacidade de trabalho, dedicação e generosidade, a sua imensa sabedoria, mas, principalmente, a sua humildade. É um Missionário de mão cheia. Que Deus o abençoe e lhe dê muita saúde.

a) Santos Ponciano

 


 

Mensagem de D. António Couto para a Quaresma 2017

Publicada por Jerónimo Nunes no FaceBook

 

msg_quaresma_20-17

O DOM ALUMIA, MAS O PECADO CEGA


  1. «O outro é um dom», «o pecado cega-nos», «a Palavra é um dom», são, por esta ordem, os subtítulos ou fios condutores com que o Papa Francisco costurou a sua mensagem para esta Quaresma de 2017 que agora se inicia. Entre «dom» e «dom», o pecado, que é uma espécie de nó cego no coração, bloqueia-nos num mundo de portas fechadas a cadeado, tornando-nos imunes, isto é, vacinados, indiferentes, insensíveis, face aos outros e face à Palavra, aquela que vem de Deus, Palavra criadora e carinhosa, e aquela que vem dos outros, da ternura dos outros, mas também das suas dores, sofrimentos e gritos.
  1. Sim, o dom é primeiro. A Palavra criadora de Deus está antes das coisas, da história e de mim. Ou não seria Palavra criadora! E ainda antes de mim estão outras mãos que me acolhem com carinho. É suficientemente claro que não fui eu o primeiro a chegar aqui. Diz Deus para Baruc e para mim: «Tu procuras para ti coisas grandes! Não procures! Porque eis que Eu farei vir a desgraça sobre toda a carne, oráculo do Senhor. Mas darei a ti a tua vida como despojo em todos os lugares para onde fores» (Jeremias 45,5). E João, o Batista, aponta a cada um de nós a fonte da vida e do dom, afirmando: «Um homem nada pode receber, a não ser que lhe tenha sido dado do céu» (João 3,27). E São Paulo deixa a retinir nos nossos ouvidos a pergunta essencial: «Que tens tu que não tenhas recebido?» (1 Coríntios 4,7).
 
 

JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

 
 
 
 
Share